Arquivos da categoria: Limão-taiti

Fruta – Limão-taiti

Nome da fruta: Limão-taiti

Nome científico: Citrus aurantifolia (Christm.) Swingle var. thaiti

Família botânica: Rutaceae

Categoria: Ácida

Origem: Ásia

Características da planta: Árvore geralmente com 4 m de altura, tronco reto, armada de espinhos nos ramos, copa densa e arredondada. Folhas de um verde intenso, aromáticas quando maceradas. Flores reunidas em inflorescência, de coloração alvo-amarelada.

Fruto: Tipo hesperídio, arredondado, casca fina, ligeiramente rugosa, de coloração verde-amarelada. Polpa esbranquiçada, suculenta, translúcida, envolvendo as sementes.

Frutificação: Outono e início da primavera.

Propagação: Enxertia

Vitaminas presentes no limão-taiti: A, B1, B2, B5 e C. Sais minerais: potássio, cálcio, fósforo, sódio e ferro.

Para a medicina natural, o seu valor é incontestável. Seus benefícios vão desde o simples fato de saber usá-lo naturalmente até os seus sucos e chás das mais diversas formas.

Quem é que nunca deixou de tomar um chá de limão ou um simples suco, conhecido por quase todos. Infelizmente há aqueles que o trocam por coisas que causam a sua própria destruição, a exemplo dos refrigerantes, que estão impregnados de açúcar. E sabe-se que o nosso organismo não dispões de meios para eliminar o açúcar ali contido. Por isso, inúmeras doenças passam a ser implantadas sorrateiramente. O organismo humano consegue no máximo eliminar 0,5 grama de açúcar contido nos refrigerantes, mas em alguns o açúcar neles contidos chegam até 25 g. E o restante desse açúcar? Será que ele evapora, desaparece do nosso organismo sem ao menos deixar vestígios? Não, eles ficam no organismo.

Tome de 1 a 2 copos de suco de limão por dia. Pode adoçar com mel (melhor do que qualquer açúcar). É de um valor incalculável para a nossa saúde, inclusive na época do vestibular. Para quem trabalha muito durante a noite ou faz bastantes esforços mentais é fundamental tomar por um longo período o suco de limão pela manhã e à noite, sempre adoçado com mel. Ajuda na prevenção de doenças respiratórias, enxaqueca, pedras nos rins, cálculo biliar, escorburto, reumatismo, anginas e hipertensão. Além disso, limpa os intestinos, estimula os rins e faz bem ao fígado. O limão é rico em ácido cítrico, combate fermentações pútridas do estômago e intestinos.

No Brasil, é costume dar o nome de limão ao grupo de frutas conhecidas como laranjas-azedas, pelos botânicos, e como limas ácidas, pelos horticultores. Pertencem a esse grupo tanto o limão-taiti como o limão-galego, que são as variedades mais comumente produzidas e comercializadas no país.

O limão produzido e consumido há centenas de anos na Europa – que tem a casca amarela e espessa – é mais conhecido no Brasil pelo nome de limão-siciliano. Este, que é considerado o limão verdadeiro, encontra-se em cultivo, basicamente, em áreas de climas subtropicais, enquanto os “nossos limões” taiti e galego se aclimataram melhor nas regiões tropicais e equatoriais, como é o caso do Brasil.

Os limões são frutos de prodigiosas virtudes. O seu valor alimentar e refrigerante, conhecido desde tempos imemoriais, tornou o consumo do suco dos limões um hábito diário em todo o mundo. Além de poderosa fonte de vitamina C, aos limões a medicina popular atribui vários poderes curativos, entre os quais o de atuar como antibiótico natural e como regulador das taxas de colesterol do organismo.

Na culinária, tem mil e uma utilidades, bastando algumas gotas para emprestar o seu sabor ao de outros alimentos. Por exemplo: o sumo é usado como condimento no preparo e no saboreio de peixes, frutos do mar e aves; a casca, em pedaços ou em raspas, é também condimento aromático ou matéria-prima essencial para doces, compotas, pudins, balas, cremes, recheios, caldas, drinques, etc. Como quase todas as frutas, os limões podem ser conservados em calda ou em compotas e com seu suco refrigerante se fazem refrescos, coquetéis e sorvetes.

Limão-galego

Verde por fora, como o limão-taiti, o limão galego é bem menor e mais arredondado do que este, apresentando também casca mais fina. Por esse motivo, o limão-galego pode ser aproveitado, com vantagem, em sucos batidos no liquidificador com a própria casca. Em geral, muito suculenta, essa variedade de limão ou lima-ácida tem um suco de sabor mais apurado do que o limão-taiti, sendo bastante apropriada para o aproveitamento culinário como tempero e condimento. Hoje, no Brasil, a produção do limão galego perdeu importância para o taiti – o que é uma pena! -, sendo encontrado em pequenos plantios em alguns estados brasileiros, como o Rio de Janeiro.

Indicações:

Azia

Tomar suco de limão diluído em água, sem adoçar, um copo, longe das refeições, 2 vezes por dia.

Enjôo

Cheirar bastante o limão, pode fazer inclusive um corte na sua casca.

Varizes, também como prevenção

Fazer uso do suco de limão sem adoçar, ingerindo um copo, de 1 a 2 vezes por dia.

Emagrecimento

Ingerir o suco de meio limão em um copo de água morna, de manhã em jejum. Elimina um quilo por mês. Retire da sua vida o pão branco da padaria, o açúcar e a margarina. Em dois ou três dias, você perceberá os benefícios.

Caspa e oleosidade do couro cabeludo

O seu suco puro aplicado na cabeça diminui a oleosidade do couro cabeludo e a caspa.

Excesso de suor nas axilas, pés e mãos

Colocar em um pires um pouco de cinzas de carvão, em seguida adicionar o suco puro de limão-galego e misturar bem. Aplicar nas partes afetadas, como axilas, sola dos pés e mãos.

Fonte: Livro As 50 Frutas e Seus Benefícios Medicinais, Frutas Brasil Frutas