Arquivo da tag: hiper-hídricas

As categorias das frutas

As frutas são divididas em cinco categorias:

  • frutas doces
  • frutas semi-ácidas
  • frutas ácidas
  • frutas hiper-hídricas ou monofágicas
  • frutas oleaginosas

Categoria de frutas que são digeridas no estômago: oleaginosas.

Categoria de frutas que são digeridas no intestino: doces, semiácidas, ácidas, hiper-hídricas ou monofágicas.

Para o nosso organismo usufruir de todo o poder dos nutrientes das frutas, deveríamos ingeri-las uma hora antes das refeições ou duas horas após. Perceba que quando almoçamos os alimentos em geral são digeridos no estômago, se em seguida comermos frutas ou sua salada, elas ficam retidas no estômago (não passam para o intestino) e causam fermentações indevidas, pútridas.

Se ingerirmos frutas hiper-hídricas ou monofágicas, que são frutas ricas em água (no planeta só existem duas: melancia e melão, em cuja composição 93% é água), estas frutas varrem todos os ácidos digestivos e comprometem seriamente todo o processo digestivo. Isto também leva à seguinte conclusão: comer esta categoria de fruta é o mesmo que beber água!

O ambiente do nosso estômago é ácido. Nele há oxigênio, próprio para a digestão de frutas oleaginosas.

Faça um teste: corte uma maçã, banana etc., deixe-as expostas ao tempo, dentro de alguns minutos você verá que estarão escuras, é a ação do oxigênio que as deixa assim, elas oxidam, apodrecem. Dessa mesma forma acontece com as frutas doces, ácidas, semiácidas e monofágicas ou hiper-hídricas quando ficam retidas no estômago.

Podemos comer salada de frutas desde que essas façam parte da mesma categoria, evite misturar as diversas categorias, lembre-se: seu tempo de fermentação é diferente, o tempo de assimilação dos seus nutrientes também é diferente. Se você comer uma salada de frutas envolvendo as mais diversas categorias, quando estiverem no intestino qual categoria ele vai primeiro digerir? Ele não sabe, não foi programado para isso, sabe digerir uma categoria por vez. É melhor você esperar duas horas e daí sim comer outros tipos de frutas, de categorias diferentes. Cada categoria de frutas possui funções específicas para o organismo, se não todas seriam da mesma categoria.

Um exemplo de como se deve comer salada de frutas:

Pode-se misturar banana, manga, maçã da casca vermelha e outras frutas da categoria doce, aí está certo.

Não posso, por exemplo, misturar banana (doce), maçã da casca verde (semiácida), uva (ácida), morango (ácida), melão (monofágica ou hiper-hídrica), aí está errado.

O ambiente do intestino também é alcalino, próprio para a digestão das frutas doces, semiácidas, ácidas e monofágicas ou hiper-hídricas.

Não devemos ingerir líquidos em hipótese alguma durante as refeições, sejam eles águas, sucos, refrigerantes etc. Quando isso ocorre, os ácidos digestivos são varridos do estômago e compromete-se todo o processo digestivo, além de dilatar o estômago. Os líquidos também devem ser ingeridos uma hora antes das refeições ou duas horas após.

Os sucos de frutas são muito ricos em vitaminas e sais minerais, porém a sua ação é curta, geralmente em 3 minutos dele pronto, suas substâncias se perdem e também ele passa a oxidar-se. Devemos usá-los tão logo sejam preparados, e as sobras descartadas. Nunca troque um suco de frutas natural (se tiver de adoçá-lo, faça-o com mel) por refrigerantes. Existem algumas combinações de sucos que podem ser feitas com frutas de categorias diferentes. Uma coisa é o suco, outra é ingerir o fruto inteiro.

Todo o processo é próprio da natureza humana, ninguém vai conseguir mudar mesmo, ou se aprende a comer e com certeza se tem uma vida saudável, melhora de qualidade de vida, ou come-se errado e as pessoas ficam doentes. Não se esqueça: no decorrer dos anos a natureza nos cobra, e esta cobrança não é igual a uma dívida financeira, que um dia eu pago, recebo a quitação e está tudo certo. Esta cobrança vem em forma de doenças, a natureza não perdoa mesmo. Faça com que as frutas participem da sua vida, ingerindo de 2 a 3 por dia, tomando o seu suco, você perceberá as mudanças benéficas na sua vida.

Fonte: Livro As 50 Frutas e Seus Benefícios Medicinais