O abacate e os benefícios do seu consumo para a saúde

O abacate é muito rico em gorduras insaturadas, proteínas, vitaminas A, B3, B5, B6, C e E, fitosterol, açúcar, lecitina, tanino, ácido oléico, linoéico e palmítico. Sendo um alimento quase completo. Contém ainda potássio, magnésio, ferro, cobre e zinco, em proporções bem equilibradas. É rico também em beta-sitosterol, uma susbtância que age como um anti-inflamatório natural. O abacate é rico em ômega 9, um ácido graxo também anti-inflamatório que auxilia a regular o metabolismo e é bom para o coração.

O abacate é uma fruta bastante calórica. Apenas uma fatia de 100g de abacate tem aproximadamente 160 calorias, calorias equivalentes a 1 pão francês. Um abate inteiro pode ter até 360 calorias, dependendo de seu tamanho. Mas o que pouca gente sabe é que o consumo moderado do abacate traz grandes benefícios à saúde.
O grande valor calórico do abacate deve-se a grande quantidade de gordura contida nele, mas essa gordura não faz mal. O abacate é uma das principais fontes de gordura monoinsaturada, auxiliando na redução do colesterol e triglicérides, e também na prevenção e tratamento de doenças do coração.

Confira abaixo os benefícios que o consumo de abacate traz para a sua saúde:

  • O abacate é fonte de gordura monoinsaturada, que ajuda na redução do colesterol e triglicérides, uma gordura que ajuda na prevenção e no tratamento de doenças do coração.
  • O abacate também é fonte de vitamina E e A, antioxidantes poderosos que atuam como protetores das células.
  • Assim como a banana, o abacate pode auxiliar no processo de emagrecimento. Devido ao alto  teor de fibras que o abacate contêm, traz maior saciedade e ajuda no funcionamento do intestino.
  • O abacate é fonte de vitaminas A, C e E, possui gordura boa que combate o mal colesterol (LDL), auxilia na redução dos níveis de glicose no organismo e também tem função anti-inflamatória.
  • Ajuda na desintoxicação do fígado.
  • Fornece energia aumentado a disposição.
  • O consumo de abacate evita fadiga mental.
  • O abacate ajuda na constituição de ossos e dentes.
  • O abacate ainda contribui para queimar triglicerídeos de cadeia média, que é um tipo de gordura que costuma se alojar nas partes da barriga e dos quadris.
  • A gordura que o abacate possui também é rica em ômega 9, um ácido graxo anti-inflamatório que auxilia a regular o metabolismo e cuida do coração.
  • Quer seja comido ou aplicado como máscara facial, as propriedades que o abacate possui são excelentes para a pele.
  • Pode-se usar as folhas e a casca do abacateiro, o fruto e sua semente. As folhas e as cascas do abacateiro, que também são muito ricas em flavonóides e taninos, glúcidos, sais minerais e um constituinte amargo, podem ser usadas para o tratamento de diarreia e flatulência e aliviar níveis altos de ácido úrico, evitando a gota.
  • Se consumido moderadamente, o abacate emagrece.

Artigos relacionados:


 

A banana e os benefícios do seu consumo para a saúde

A banana não dispensa apresentações. Apesar de estar no seu cardápio há anos – provavelmente desde sua infância -, a banana ainda tem a má fama de não ser a melhor amiga da dieta e boa forma. Como a banana  tem 22% de carboidratos, ela é mais calórica do que algumas outras frutas que consumimos: apenas uma unidade de 70 gramas de banana-prata fornece 62 calorias. Porém, a banana tem alto valor nutricional, provoca  uma sensação de saciedade e, se consumida com moderação, não contribui para o aumento de peso.

A banana tem baixo teor de gordura, possui as vitaminas A, B1, B2, B6, C, D e E e os minerais, cálcio, fósforo, ferro e potássio, sua melhor arma, que ajuda a evitar cãibras e dores nos músculos.

Comprando a banana no ponto certo

Quando for comprar bananas, elas não devem estar totalmente  maduras. Escolha as bananas com casca amarela, um pouco esverdeada, e com pequenas manchas marrons. Não compre as bananas com partes que estejam moles ou machucadas. Na sua casa, deixe as bananas amadurecerem na fruteira ou em algum  lugar arejado e fresco. A banana estará no ponto de ser consumida, com todo seu suculento sabor, quando sua casca estiver totalmente amarela, inclusive suas pontas. Depois que a banana estiver amadurecida, ela pode ser conservada na geladeira de três a cinco dias.

Como consumir certo a banana verde e usufruir de todos os seus benefícios

A maneira correta de consumir a banana verde é na forma de biomassa: para isso, cozinhe seis bananas com casca na panela de pressão, por cerca de 15 minutos, e bata no liquidificador até virar uma pasta. Você pode colocar essa mistura em sopas, caldos, molhos ou no feijão e ganhar muito mais saúde.

Confira abaixo os benefícios que o consumo de banana traz para a sua saúde:

  • Apesar de uma unidade conter cerca de 90 calorias, a banana é amiga da dieta, pois garante saciedade por mais tempo, segurando a fome.
  • A banana ajuda a prevenir a depressão e doenças cardíacas.
  • O potássio presente na banana ajuda no controle arterial, evita cãibras e também dores musculares.
  • O triptofano presente na banana previne e também trata da depressão, atuando na produção de serotonina, o hormônio responsável pela sensação de bem-estar.
  • A banana verde é classificada como um alimento funcional, que além de nutrir  ainda previne doenças. A polpa da banana verde é abundante em amido resistente, molécula muito parecida com a fibra. A banana verde, além de ajudar no bom funcionamento do intestino, assim como a banana madura, aumenta a saciedade, evitando que você tenha picos de fome.
  • A banana verde contém uma substância chamada inulina, que é capaz de controlar a diarreia e que também funciona como alimento para bactérias boas do nosso organismo.
  • Estudos indicam que o consumo de amido resistente presente na banana verde ajuda na diminuição do colesterol, o que afasta para longe doenças do coração.
  • A banana alivia os sintomas da TPM.
  • O potássio e a vitamina B6, presentes na banana, auxiliam a diminuir as cólicas menstruais.
  • As vitaminas A, C e do complexo B contribuem para a saúde dos cabelos, da pele e das unhas.
  • Segundo uma pesquisa publicada no Journal of the American College of Cardiology, o potássio presente na banana melhora a fluidez do sangue, evitando a formação de coágulos – pessoas que comem três bananas ao dia tem risco até 21% mais baixo de sofrer um acidente vascular cerebral.

Artigos relacionados:


 

Os benefícios no consumo de romã

 Os benefícios no consumo de romã

  • A romã é boa fonte de fibras, de vitamina C, prolina, valina, serotonina, metionina, niacina, vitamina A e vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6). Sais minerais: cloro, cálcio, cromo, magnésio, potássio, selênio e zinco.
  • A romã é rica em fitoquímicos.
  • A romã e seu suco são ricos em antocianinas e ácido elágico, que tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.
  • O suco de romã consumido todos os dias pode melhorar a saúde cardiovascular.
  • O extrato de romã contém taninos hidrolisáveis, que reduzem o colesterol ruim (LDL), retarda o envelhecimento e são aliados na prevenção do câncer.
  • Fonte de sais minerais, a fruta ajuda a combater a fraqueza e a anemia, a falta de memória e proporciona um ótimo reforço as defesas de nosso organismo, garantindo o bom funcionamento do sistema imunológico. Além disso, a romã mantém os ossos fortes, protegendo contra a osteoporose, a artrite e a artrose.
  • O suco da romã funciona como um viagra natural, aumentando o nível de testosterona no corpo.

A palavra pomegranate (romã em inglês) é o termo em francês arcaico para “maçã cheia de sementes”, um nome apropriado para esta fruta do tamanho de uma maçã cheia de sementes vermelhas, que se parecem com jóias. Existem muitos tipos de romã cultivados no mundo todo. A colheita da fruta é realizada no verão, a partir de novembro, tendo como pico da safra o mês de janeiro.

A romã tem uma casca vermelho-arroxeada escura, semelhante ao couro. O interior da fruta é repleto de centenas de diminutas sementes comestíveis, envoltas em compartimentos chamados de arilos e separadas por membranas cor de creme. A romã pode ser comida diretamente da árvore, puxando-a para cima e quebrando a casca. Os sacos de sementes da romã são então retirados e comidos.

Geralmente a romã é mais consumida em sucos preparados de diversas maneiras. Os sacos podem ser removidos e colocados em uma peneira ou o suco pode ser extraído espremendo a fruta em um espremedor de suco comum. Outra forma de fazer o suco de romã é cortar o talo e colocá-lo sobre um copo, deixando o suco escorrer e apertando a fruta de vez em quando. Uma romã rende cerca de 1/3 de xícara de suco. O suco da fruta pode ser usado para fazer geleia de romã, sorbet, molhos ou para dar sabor a bolos e a maçãs assadas.

A romã é uma boa fonte de potássio. Uma fruta contém cerca de 400 mg, mais do que a maioria das laranjas. Também contém vitamina C e fibras.

A romã e seu suco são ricos em antocianinas e ácido elágico, que têm propriedades antioxidantes. Pesquisas mostraram  que o suco de romã tem de duas a três vezes mais capacidade antioxidante que a mesma quantidade de vinho tinto ou de chá verde, e as antocianinas dão uma importante contribuição para o poder antioxidante da romã. Um estudo recente sugere que pessoas que bebem suco de romã todos os dias podem melhorar a saúde cardiovascular. Isso porque a romã tem a capacidade de reduzir significativamente a oxidação do LDL-colesterol.

Fontes: Livro Alimentos Saudáveis Alimentos Perigosos, Site grzero

Artigos relacionados:


 

Design © 2006 por the undersigned | Patrocinador: Weber Poker Tables| Tradução por: BlogueIsso!